Saiba como essa velhinha de 99 anos ajudou as crianças da África todos os dias

Curiosidades | História & Lugares | 30 de março de 2017 por Lucas Fenrir

Às vezes, a única coisa que você precisa fazer para ajudar as pessoas e melhorar o mundo é querer! Independente das complicações que possam surgir, se você tiver força de vontade o suficiente, você vai conseguir fazer algo significativo para o mundo. E é exatamente esse sentimento que fez com que uma simpática velhinha passasse os últimos anos de sua vida ajudando as crianças da África.

Lillian Weber tinha 99 anos quando descobriram seus feitos. Ela vinha fazendo algo incrível desde os seus 96 anos. Todos os dias, ela fazia um vestido diferente para mandar para alguma criança necessitada da África.

De acordo com a filha da simpática idosa, ela personalizava cada vestido que faz. “Quando ela faz um vestidinho e acha que não ficou bonito o suficiente, ela coloca algo na frente para destacá-lo; é sua marca registrada”.

Líllian começava a fazer cada vestido pela manhã. Fazia uma pausa para o almoço, ao meio dia, e depois concluía os retoques finais de tarde. Suas filhas entregavam as peças de roupa em um complexo de apartamento para idosos, em Davenport, Iowa, Estados Unidos. De lá, eles eram enviados para a organização juntamente com os vestidos feitos por outras pessoas.

Lillian tinha o sonho de fazer mil vestidos para as meninas africanas antes de completar seus 100 anos de idade. Eles eram enviados especialmente para as meninas de Uganda, que realmente precisavam, por serem muito carentes.

O maior desejo de Lillian era que as crianças se sentissem mais bonitas, e esquecessem de suas tristezas por um momento.

Infelizmente, Lillian faleceu em 2016, aos 101 anos de idade. Mas seu legado será lembrado por todas as garotas que ela ajudou!

Uganda

Uganda “oficialmente República de Uganda”, é um país da África. Faz fronteira a leste com o Quênia, Sudão, República Democrática do Congo, Ruanda e com a Tanzânia. Uganda é o segundo país sem litoral mais populoso no continente africano. A parte sul do país abriga uma grande parte do Lago Vitória. O país é situado o país na região dos Grandes Lagos Africanos. Uganda também se encontra dentro da bacia do Nilo, e tem um clima variado, geralmente equatorial.

O nome “Uganda” vem do reino do Buganda, que ainda hoje é considerado uma entidade semiautônoma, e compreende toda a Região Central do país, incluindo a capital, Kampala. Os túmulos dos Reis do Buganda em Kasubi são considerados patrimônio da humanidade. Os primeiros habitantes da região eram caçadores-coletores, de 2 mil anos atrás, quando populações de língua “bantas” migraram para as regiões do sul do país.

A partir de 1800, a área foi governada como uma colônia britânica, que estabeleceu o direito administrativo em todo o território. Uganda ganhou a independência do Reino Unido em 9 de outubro de 1962.

Desde então, Uganda tem sido marcada por conflitos intermitentes, bem como uma longa guerra civil contra o Exército de Resistência do Senhor, que resultou em milhares de vítimas e deslocou mais de um milhão de pessoas.

O atual presidente de Uganda é Yoweri Kaguta Museveni, que chegou ao poder em um golpe em 1986.

E então, leitor(a), o que achou da história? O que teria feito no lugar de Lillian? O que você faz para ajudar os outros? Deixa pra gente nos comments (:

Fonte(s): WQAD
Imagens: Histórias com valor
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários