Por que mulheres indianas estão usando máscaras de vaca?

Curiosidades | 7 de julho de 2017 por Gustavo Camargo

Se você assiste TV, em algum momento você já se deparou com alguma notícia sobre a Índia e ficou um pouco confuso sobre seus métodos de vida. A Índia é muito famosa por sua cultura rica e diversificada, sendo assim uma cultura milenar que recebeu durantes os séculos influências orientais e ocidentais. Representando assim uma das civilizações mais antigas da história. Claro, ter essa representação tem suas desvantagens.

Uma pesquisa realizada pela ONU afirma que 90% das mulheres que vivem na Índia tem medo de sair na rua. Mas o que causa esse pavor? Bom, nesse país existe uma divisão social muito extensa: as chamadas castas. Quem nasce na camada mais baixa é chamado de ‘dalit’ ou ‘intocável’, mas o nome não significa privilégio algum. Os ‘intocáveis’ não têm direitos e são vítimas de todo tipo de agressão, especialmente as mulheres. Algumas chegam a ser atacadas com ácido.

Mulheres usam 'cabeça de vaca' em projeto para denunciar violência contra a mulher na Índia.

Lugar onde as mulheres nascem com o destino traçado, e o destino é o sofrimento: abusos sexuais, estupros, abortos e abandonos de bebês apenas por serem meninas, mutilações e agressões físicas.

Sujatro Ghosh, no intuito de retratar essa desigualdade que muitas das vezes acontecem com mulheres, criou um projeto onde mulheres usariam máscaras de vaca em locais públicos a fim de denunciar a violência contra a mulher na Índia. Mas porque uma máscara de vaca? Bom, ele decidiu por esse acessório pelo fato do hinduísmo ser uma das principais crenças do país, acreditando que as vacas são sagradas, homenageadas em cerimônias religiosas, e os hindus não podem comer sua carne.

Índia: mulheres mascaram-se de vacas sagradas

Ghosh, afirma que teve a grande ideia depois de refletir um pouco sobre as crenças do país. “Se nós podemos proteger vacas, por que não podemos proteger mulheres?”, disse ele.

E ai, o que acharam da ideia desse artista? Comenta ai e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários