O que acontece quando uma pessoa qualquer começa a cantar ‘Evidências’ em um metrô no Brasil

Entretenimento | 18 de julho de 2017 por Gustavo Camargo

Se você é uma pessoa que faz o uso diário de um ônibus, seja para trabalhar ou estudar, a verdade é que ficamos muito tempo desse transporte para nos locomover, e sempre presenciamos e vemos pessoas bem diferentes e peculiares de aparência e costumes sempre nos pedindo um momento de nossa atenção.

Seja para vender ou pedir algo, sempre acabamos cedendo um pouco de atenção. Mas Zenaide Denardi quis provar algo para si mesma, “Quem resiste á Evidências?” foi a pergunta que ela mesmo se fez. Pensando que nem mesmo um metrô pós horário de expediente consegue resistir ao ritmo da música.

A mulher decidiu pedir que os passageiros ali presentes a ajudassem a cantar Evidências, ali mesmo dentro de um vagão do metrô de São Paulo. “Poderia estar matando, poderia estar roubando, mas estou aqui com meu coração aberto para vocês querendo mandar uma declaração de amor para uma pessoa, então vou pedir para vocês, por favor, cantarem junto comigo uma música que todo mundo sabe cantar”, Pediu ela dentro do metrô.

Ao primeiro momento as pessoas hesitaram com o pedido. Mas conforme o tempo passou eles começaram a soltar suas vozes e bater palmas. Em pouco tempo, praticamente todo o vagão estava contagiado com a música cantando junto de Zenaide. Todos os passageiros “novos” que entravam no vagam, ela voltava e explicava os motivos pelos quais ela puxava o coro e rapidamente eles faziam parte da diversão.

Todo o momento ali foi gravado pelos amigos de Zenaide.  “Graças ao povo da firma realizei um dos meus sonhos: cantar ‘Evidências’ no metrô”, escreveu a atriz em seu Facebook. “Vai ter ‘Evidências’ no metrô, na firma, no aniversário da vó, nos lugar tudo”, completou.

E ai, o que acharam da ideia dessa mulher? Bem inusitada não é mesmo? teriam coragem de fazer igual? Comenta ai e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.

Fonte(s): Huffpostbrasil
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários