Governo pede que os pais destruam esta boneca; e o motivo é assustador

Ciência e Tecnologia | Curiosidades | 17 de fevereiro de 2017 por Lucas Fenrir

Um dos filmes mais queridos das crianças (e de alguns adultos) é, sem dúvida, Toy Story. Isso porque o filme mexe com nossa imaginação de um jeito incrível, já que sugere que os brinquedos tem vida própria. E isso é maravilhoso, porque em uma mente infantil, os brinquedos realmente são de verdade.

Mas o que acontece quando “Toy Story” se tranforma em “Brinquedo Assassino”? Pois é, ninguém gostaria de ter um CHucky em casa. O curioso é que foir, de certa forma, isso o que aconteceu na Alemanha, recentemente.

As autoridades nacionais da Alamenha ORDENARAM que os pais destruíssem uma boneca chamada “My Friend Cayla”. A boneca em si é inofensiva, não tem nada de perigoso. O problema, na verdade, está fora.

A boneca tem um sistema de falas inteligente. Muito bonitinho e que cativa as crianças. porém, esse sistema de voz pode ser facilmente hackeado. Isso significa que os hackers podem invadir o sistema da boneca, fazendo com que ela transmita e reproduza sons variados.

Ou seja, os hacker podiam não só escutar todas as informações pessoais difundidas no interior da residência, como também falar com as próprias crianças.

A boneca tinha acesso a internet, para responder a todas as perguntas do seu proprietário. Porém, a Agência Nacional de Telecomunicações da Alemanha (a Bundesnetzagentur), acredita que os hackers podem usar o sistema bluetooth da boneca para ouvir as crianças e entrar em contato com elas. Por isso mandou que todos os exemplares do produto fossem destruidos.

O assessor de imprensa da Agência de Telecomunicações disse que Cayla era efetivamente um modelo disfarçado de transmissão de dados, e que era ilegal.

Os fabricantes da boneca (Vivid Tiy Group) disseram que os exemplares que foram hackeados são casos isolados. porém, eles disseram ainda que vão considerar tudo isso na próxima atualização do brinquedo.

A boneca My Friend Cayla encoraja os jovens a conversarem com ela, enviar fotos para ela online e offline usando bluetooth. E é justamente ai que mora o problema.

Cayla

Cayla está atualmente sendo vendida por US$ 74. Ela é descrita como uma “amiga de verdade”, muito mais do que uma simples boneca que fala ou brinquedo inteligente. Você se comunica com ela ao fazer perguntas. Sobre tudo, desde o nome dela, até questões sobre animais, países, celebridades, etc. Ela funciona como uma Siri, dos iPhones.

Agora imagina você inofensivamente em casa com a família. Você fala nomes completos, RGs, CPFs, endereços, senhas e números de cartões de crédito, etc. Tudo sendo coletado pelos hackers, sem você saber. Isso fora algumas histórias e/ou informações muito pessoais.

Sem contar o perigo do lado oposto. Os hackers disfarçam a voz e pedem para as crianças comprarem alguma coisa, abrir a porta, fazer coisas ruins com os pais ou a família. Podem pedir as próprias senhas, ou pedir para que as crianças façam qualquer tipo de serviço. E como as crianças são, geralmente, inocentes, acreditariam facilmente em sua falsa amiga tecnológica.

E ai, leitor(a), o que achou dessa boneca? Você compraria uma dessa para uma criança? Ao saber desse caso, o que faria com a tal boneca? Deixa pra gente nos comments (:

Fonte(s): Mirror
Imagens: Mirror
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários