Existe uma cidade de poeira no mundo e você não vai acreditar em como ela é

História & Lugares | 23 de março de 2017 por Diogo Quiareli

Todos nós sonhamos em viajar para os mais diversos lugares, não é mesmo? Conhecer uma ilha paradisíaca, a neve nas extremidades do nosso planeta, as mais belas florestas tropicais do mundo e até mesmo o deserto, mas o deserto mesmo e não uma cidade comum tomada pela poeira e acredite ou não, existe uma assim e você provavelmente não gostaria de morar por lá, nem mesmo passar para um visitinha.

Falando em lugares que gostaríamos de conhecer ou morar, lembramos que aqui no nosso site já fizemos algumas matérias sobre e acreditamos que vocês não vão se arrepender de ler sobre. Por isso, antes de começar a falar da cidade de poeira, deixaremos alguns links que vão direcioná-los diretamente para elas e sabendo que são assim como nós, Ultra Curiosos, vão conferir tudinho. Sem mais delongas, acompanhe:

18 provas de que a Islândia é o lugar dos seus sonhosEsse fotógrafo passou 3 semanas captando imagens incríveis do Japão que vão te encantar10 países que possuem a melhor qualidade de vida para se morar10 provas de que Dubai é a cidade que todos gostariam de conhecer22 lugares abandonados que vão fazer você querer viajar pelo mundo.

No sudeste do Irã existe uma cidade com o nome de Ahvaz e algo inacreditável chamou a atenção. Ela está simplesmente sufocando debaixo de tanta poeira. Uma camada de areia bem amarelada tomou conta do lugar e o que mais intriga não é isso, é o fato de que o governo não quer permitir que pesquisadores descubram o real motivo para o fenômeno. Tudo começou nas primeiras chuvas de outono. Logo a sociedade que vive ali foram avisados do que chegava e a cidade logo estava tomada pela nuvem de areia.

Uma camada amarela ficou sobre os carros, casas e as pessoas tiveram de buscar abrigo em vários lugares como em hospitais por exemplo. Somente no ano passado cerca de 17 mil pessoas ocuparam as salas de espera queixando-se de tosse ou com sintomas da síndrome da angústia respiratória.

O estudante e funcionário da companhia de água da província, Muhammad Hussein de 28 anos vivenciou o terrível drama de ser socorrido as pressas por sua esposa por estar com sintomas de perda de respiração e tosse persistente. “Não me lembro de já ter ido ao hospital, só quando a minha sobrinha nasceu”. “Porém, de repente, senti que não conseguia mais respirar, que eu ia morrer.” Disse o rapaz quando os sintomas desapareceram e ela ficou em condições de falar com outras pessoas.

Enquanto isso, os cientistas não param as suas pesquisas para descobrir o que está acontecendo e qual a origem desse evento. Já os políticos locais afirmam que não passa de pólen das diversas árvores Conocarpus plantadas ao redor da cidade ou areia do vizinho Iraque. Já os cientistas afirmam que podem haver outros motivos, incluindo indústrias irregulares que lançam seus resíduos no are na água e isso faz com que a temperatura aumente e cause a mudança climática. Mesmo assim o governo iraniano não permite estudos no local.

E aí, o que você achou dessa matéria? Gostaria de morar em um lugar assim? Comenta pra gente aí em baixo e compartilhe isso com seus amigos nas redes sociais. Lembrando sempre que o seu feedback é muito importante pois nos ajuda a crescer cada dia mais e com isso podemos levar sempre o melhor conteúdo a todos os tipos de leitores aqui do Ultra Curioso.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários