Essa menina vive de uma maneira que você realmente não vai acreditar

Entretenimento | 13 de abril de 2017 por Diogo Quiareli

Viver sob as condições “normais” que são impostas pela vida como um todo já é uma situação bastante difícil, não é mesmo? Enfrentamos diariamente uma série de problemas e temos que vencer diversos desafios para chegar pelo menos ao final de cada dia e devemos ser gratos por isso. Longe de nós querermos dar uma aula de boa moral e agradecimento pela vida, mas quando pensamos que estamos na pior por qualquer motivo “banal” comparado ao de outro pessoa, esquecemos de que há muitas que necessitam de cuidados e enfrentam uma “barra muito pior”, é o caso dessa jovem nigeriana que enfrenta um drama raro na sua vida e emocionou o mundo ao demonstrar como encara seus dias e as dificuldades que enfrenta.

A garota se chama Rahma Haruna, de 19 anos e vive na Nigéria. Rahama sofre com uma deficiência rara que impede que o corpo se desenvolva, isso envolvendo seus membros superiores e inferiores. Ela mede poucos centímetros e não possui extremidades, a não ser o seu curto braço direito. Quando nasceu, a família já foi alertada de que o caso de Rahma não tinha cura ou remédios para ajudá-la e que ela era vítima de um ataque de “espíritos do mal”.

Ela vive em uma bacia de plástico e seu irmão de apenas 14 anos a carrega todos os dias por 25 quilômetros até o centro de Kano, onde ela pede esmolas enquanto as pessoas se sensibilizam e se assustam ao se deparar com as condições que ela enfrenta. Esse é o meio dela ganhar a vida. A jovem explicou que sua vida não era fácil e que foi um longo período até ela perceber que era diferente dos outros e assim começar a compreender a vida e suas dificuldades. Ela não consegue realizar muitas coisas sozinhas, sendo então muito limitada. Ela ainda afirmou:

“Aprendi a crescer sem amigos na vida. Minha família são os únicos amigos que eu tenho. levei tempo para compreender que nem todas as pessoas são iguais. Não me importo. Considero-me uma afortunada só por estar viva”.

A mãe afirma que aos seis meses a garota começou a ter febre e muita dor de estômago, em seguida dores nos membros. Afirma que o que fazia a garota feliz era visitar seus familiares e por esse motivo seu irmãos mais velho estava sempre a levando. Realmente é uma história triste, não é mesmo?

Infelizmente Rahma morreu no ano de 2016 devido a várias complicações.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí em baixo e compartilhe com seus amigos.

Fonte(s): The Sun
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários