Essa bebê nasceu com má formação e foi abandonada pelos pais adotivos, mas o destino lhe pregou uma grande peça

Entretenimento | 21 de julho de 2017 por Gustavo Camargo

Para muitas mulheres ter filhos e formar uma família pode ser considerado meta de vida. Mas para você, o que realmente é uma família? Pai, mãe e filhos? Você e seu marido? Você e seu cachorro? Bom, o conceito de família pode variar de pessoa para pessoa, mas se fossemos definir em poucas palavras, família seria o conjunto de pessoas que podem ou não ter um grau de parentesco entre si e vivem na mesma casa formando um lar. A família é considerada uma instituição responsável por promover a educação dos filhos e influenciar o comportamento dos mesmos no meio social.

Mas também existem aqueles casais que podem ou não ter a própria crianças, mas escolheram adotar uma. O processo de adoção é demorado e bastante burocrático, quando a criança ou adolescente está apto à adoção, o casal inscrito no cadastro de interessados é convocado. O prazo mínimo para o processo de adoção de uma criança é de um ano na maioria dos casos, isso se os pais biológicos concordem com a adoção.

Toda esse cuidado ao fazer uma adoção é necessário, pois eles devem provar que vão mesmo amar e cuidar da criança. Mas um caso bem inusitado aconteceu nos Estados Unidos. Uma mão que não tinha condições de cuidar de sua filha, acabou a colocando na adoção. Todos preparativos estavam concluídos, e já até tinham uma casal que queria adotar a criança.

O casal ficou aguardando no hospital a crianças nascer. Quando finalmente aconteceu o parto, detectaram uma doença rara genética na recém nascida, conhecida como síndrome Treacher Collins. Essa condição afeta os ossos e os tecidos faciais, causando uma má formação.

Quando o casal que iria fazer a adoção ficaram sabem dessa condição rara, eles fugiram do hospital. Foi então que a mãe biológica da bebêzinha decidiu criar a própria filha: “Saiu chorando do hospital e nunca soube nada sobre ela”, comentou Christina. “Então percebi que a bebê estava destinada a ser minha”.

Mesmo com a síndrome Abigail pode ter uma vida normal e será totalmente acompanhada por médicos e talvez precise de uma cirurgia no futuro para corrigir algumas deformações. Seu mão começou uma campanha para arrecadar dinheiro e pagar o acompanhamento médico de sua filha.

E ai, o que acharam da matéria? Comenta ai e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.

Fonte(s): R7Significados
Imagens: Areamulher
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários