Conheça a “Menina Robô”, que não dorme e nem sente dor

Ciência e Tecnologia | Curiosidades | 29 de março de 2017 por Lucas Fenrir

Você com certeza adoraria ter tempo para fazer mais coisas na vida. Especialmente se você trabalha bastante ou está na faculdade. Imagina não precisar dormir, nem ter a capacidade de sentir dor. Ter tempo de sobra pra se divertir, ou adiantar seus trabalhos. Seria um sonho, não? Mas, na verdade, para uma garota do Reino Unido, isso é uma realidade.

Olivia Farnsworth tem apenas 7 anos, e parece uma criança normal. Ela mora em Huddersfield, no Reino Unido, tem 2 irmãos e uma mãe muito preocupada. Olivia preocupa os médicos, que estão extremamente curiosos e confusos com a condição da garota.

Muitos jornais estão chamando ela de “Menina Robô” ou “Menina Biônica”.

O motivo? Olivia não dorme e não sente dor. Ela nunca tem sono. Isso tudo ocorre devido a uma doença que só ela tem em todo o planeta: a ausência do cromossomo 6.

Olivia

Apesar de os tabloides britânicos não pararem de falar na garota-robô, precisamos entender que a vida dela não vai ser nada fácil.

Se as pessoas sentem medo, fome e sono é porque nosso corpo, especialmente nosso cérebro, instalou esses instintos como parte essencial da nossa sobrevivência. A fome nos obriga a nos nutrir, sobreviver. O sono é uma necessidade biológica essencial. O mesmo acontece com o medo. É uma das emoções primárias mais importantes para nós. É capaz de nos livrar de situações de perigo, para nos fazer sobreviver. De semelhante modo é a dor. Ela nos alerta que algo errado está acontecendo no nosso corpo, e que precisamos agir imediatamente.

No caso de Olivia, ela não tem esses instintos básicos. Recentemente ela foi atropelada, justamente porque não sentiu medo do carro que vinha em sua direção. E depois a menina se levantou como se nada tivesse acontecido, com ferimentos pelo corpo, que ela nem percebeu, por não sentir dor. Como sequelas disso, ela tem profundas cicatrizes na perna, pé e quadril.

Nikki Trepak, a mãe de Olivia, percebeu que havia algo de errado com a filha logo nos primeiros meses de vida. “Olivia não chorava, e desde os 9 meses deixou de dormir depois de comer. Ela não dormia nem chorava. Eu precisava dar pílulas para que ela pudesse descansar”.

Para sua mãe, o pior é que Olivia não sente fome. Ainda que ela seja chamada de “menina robô”, ela precisa se alimentar pra sobreviver, crescer e se manter saudável. Ela pode não ter fome, nem sono, nem medo, mas ainda é humana.

A ausência do cromossomo 6 em um ser humano deixou os médicos e geneticistas maravilhados. É um caso único e especial. Uma menina que vive sem as necessidades biológicas que nos tornam seres humanos.

E então, leitor(a), o que achou do caso de Olivia? Como acha que vai ser o futuro dela? Gostaria de ter essas habilidades? Deixa pra gente nos comments (:

Fonte(s): Super Curioso
Imagens: Super Curioso
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários