7 histórias reais que são piores que filmes de terror

Mistérios & Horror | 19 de abril de 2016 por Isabella Marques

Muitos dos filmes mais horripilantes do cinema foram inspirados em eventos reais. Personagens de Psicose e o famoso Leatherface foram inspirados em histórias horripilantes e reais. O mundo está cheio dessas histórias bizarras e aterrorizadoras.

Essas histórias horripilantes dão arrepios na espinha, mas assisti-los na telinha do cinema pode trazer uma experiência completamente diferente e mais horripilantes.

Veja algumas histórias tão macabras quanto as que você assiste no cinema:

1- A História de H.H. Holmes

978x

Considerado o primeiro assassino em série dos EUA, acredita-se que ele tenha matado de 27 a 200 pessoas. Holmes tinha um hotel em Chicago que possuía um andar totalmente planejado para assassinar suas vítimas. Mais tarde chamado de “Murder Castle”, ele foi projetado para ser um labirinto de quartos sem janelas, tornando virtualmente impossível escapar para aqueles Holmes escolheu para participar da armadilha. Ninguém além de Holmes sabia exatamente como funcionava o andar, ele confessou que muitas de suas vítimas eram pessoas que trabalhavam pra ele no hotel.

2- A história da casa Winchester

Winchester_Mystery_House_San_Jose_California_Picuresque_Spraying_Fountain

Uma das histórias mais estranhas nos EUA é a da viúva Sarah Winchester. Ela acreditava que os fantasmas que foram mortos pelos rifles que seu marido fazia poderiam vir atrás dela. Para se proteger ela construiu uma mansão no norte da Califórnia., a construção durou cerca de 36 anos. A construção era completamente insana, com janelas que ficavam em frente a paredes e escadas que levavam para lugar nenhum. Ao todo estima-se que ela gastou $75 milhões para construir a casa, que atualmente recebe visitas de turistas.

3- A história de Elisa Lamm

Elisa era uma jovem de 21 anos que foi dada como desaparecida e após alguns dias foi encontrada morta da caixa d’água do Los Angeles Cecil Hotel. A polícia encontrou a fita de vigilância do hotel e as imagens podem ser as últimas de Elisa. Você precisa ver para entender o porquê de muitas pessoas considerarem a morte da jovem muito estranha.

4- A história do desaparecimento de Belle Emore

Belle Emore era o nome artístico da aspirante a cantora de Ópera Cora Crippen, esposa do médico homeopata Dr. Hawley Crippen. Infelizmente ela não ficou famosa pelo canto, mas pelas circunstâncias misteriosas de sua morte. O casal brigava frequentemente e após uma discussão em uma parte a mulher desapareceu. Mesmo com a alegação do marido dizendo que Belle estava na Califórnia, a amiga dela desconfiou e solicitou a Scotland Yard para investigar. Nesse meio tempo Crippen usou seu amigo para vestir as roupas e joias da mulher para que muitos acreditassem que ela estava vida. Mas durante a investigação os policiais descobriram parte de uma corpo na adega da casa do casal. Crippen e o amigo fantasiado já estavam partindo para o Canadá quando a polícia os prendeu.

5- A história do Doodler

tumblr_njbwckhuRo1r8gw41o1_500

Este era o nome dado ao assassino em série que aterrorizou vários gays em São Francisco durante a década de 70. De janeiro de 1974 a setembro de 1975 foi creditado por matar mais de 14 homens e agredir outros 3. O homem começava o flerte no bar, mas levava as vítimas para fora do bar e aí o crime começava. O assassino matava suas vítimas a facadas mutilando seus corpos. Mesmo com 3 testemunhas que sobreviveram ao ataque o Doodler nunca foi capturado. O que aconteceu é que essas vítimas eram gays não assumidos e prestar depoimento poderia revelar sua opção sexual para o resto do mundo.

6- A história da ponte suicida

29EAE2CA00000578-0-image-a-4_1435137510559

A história da ponte Overtoun, localizada em Dubarton Escócia, que possui uma vista linda, mas uma lenda um tanto quanto pitoresca. Nos últimos 50 anos cinquenta cães saltaram para a morte. A maioria dos “saltos” aconteceram no mesmo lado da ponte. Outro fato estranho é que os cães que saltaram tinham foucinhos compridos, como labradores, collies e retrievers. Algumas pessoas dizem que a ponte é assombrada e também alegam que um homem jogou seu bebê na ponte pois acreditava que ele era o anti-cristo.

7- A história das gêmeas silenciosos

June e Jennifer Gibbons eram gêmeas que tinha um vínculo muito perigoso. Quando crianças elas falavam sua própria língua e raramente falavam com alguém. Mas o amor que uma nutria pela outra já resultou em tentativa de assassinato de ambos lados. Na medida em que envelheciam as duas entraram em uma onda de assaltos, incêndios criminosos etc, que as marcaram como psicopatas. Elas foram transferidas para um hospital psiquiátrico com apenas 14 anos. Mais tarde elas contaram sua história para a jornalista Marjorie Wallace, elas disseram que uma não poderia ser boa enquanto a outra estivesse viva e então Jennifer disse que iria morrer. E Jennifer realmente fez isso, ela morreu em decorrência de uma doença cardíaca. A história das irmãs ganhou um filme feito para TV, no entanto a história delas merecia um filme de Hollywood.

Essa histórias merecem um diretor no estilo do Stanley Kubrik. Você assistiria esses filmes?

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários